sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Pensamentos.

Não são poucas as pessoas que passam por nossas vidas acreditando que nos conhecem a fundo. Mal sabem elas que lhes apresentamos, e olhe lá, apenas a nossa sala de estar. Talvez nem nós mesmos nos conheçamos a fundo.

Todos nós passamos boa parte da vida em busca de respostas. Nem mesmo a ciência, que nos proporciona milhões de soluções para problemas do dia a dia, consegue responder algumas das perguntas mais básicas da vida: de onde viemos? Para onde vamos? O que nos acontecerá quando morrermos?

Será que, efetivamente, tudo que nós somos, todo o nosso ser, nosso cérebro, nosso conhecimento, nossa cultura, vai se desintegrar juntamente com nosso corpo num túmulo escuro e fúnebre?

Acredito que a ciência pode no máximo aquietar a alma daqueles que pensam pouco. Já dizia meu companheiro Alexandre Inagaki em seu Blog: “Pensar Enlouquece”. Aqueles que pensam muito, nunca terão saldado as suas dúvidas, nunca fecharão as contas da sua solidão.

Temos que entender que trabalhar, estudar, casar, comprar, dentre outras coisas, são apenas parênteses dentro do tempo e do espaço. Nós não passamos nem perto de sermos donos de nossa existência, não controlamos a temporalidade da vida...

A vida humana é apenas uma gota no oceano da eternidade.
Um abraço a todos.

Um comentário:

Luciana Cantanhede disse...

Pensamento profundo, as vezes reflito sobre isso também... mas isso leva a uma uma cadeia de idéias e teses que pode realmente deixar qualquer um louco rsrs.
Post nota 10!