quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Escorregando pelos meus dedos.

Hoje a noite, enquanto via um filme (Mamma Mia) e ouvia ABBA, tive um devaneio. Muita coisa se passou diante dos meus olhos. Voltei alguns anos de minha vida e caminhei outros tantos para frente. Muito do meu pensamento estava focado na pequena Isabella. Fiquei imaginando ela saindo de casa de manhã cedo, com a sua mochila da escola na mão. No seu rosto um sorriso e suas mãos, acenando para mim. Em mim certa onda de tristeza, onda essa que me faz sentar um pouco. No coração o sentimento de que a estou perdendo para sempre, e de alguma maneira, não consigo entrar em seu mundo.

Quero e preciso estar feliz todas as vezes que posso compartilhar de sua risada. Risos dessa menininha engraçada.

Sinto-a escorregando pelos meus dedos o tempo todo. Tento capturar cada minuto, cada sentimento envolvido nisso. Sinto-a escorregando pelos meus dedos. Tenho como saber o que está em sua mente? Creio que não. Cada vez que penso estar chegando perto, ela cresce um pouco mais... e continua crescendo... e crescendo.

O sono está em meus olhos. Vejo-a na mesa do café. Meio acordado, deixo o tempo passar. Então, quando ela se vai, tenho aquele sentimento melancólico. Um sentimento envolto em culpa.

Não quero perder nenhuma das aventuras maravilhosas ao lado da minha pequena princesa. Quero sempre planejar lugares maravilhosos para irmos. Algumas dessas aventuras, ela já fez (não ao meu lado). Mas a maioria ainda está por vir. E me entristeço ao imaginar que perderei outras tantas. E o por quê? Simplesmente não sei.

Sinto-a escorregando pelos meus dedos. E tento capturar cada minuto, cada momento presente. Infelizmente, toda vez que me aproximo de saber o que está em sua mente, ela cresce um pouco mais. E vai crescendo... e continua crescendo.

Escorregando pelos meus dedos. Às vezes eu queria poder congelar a imagem, o momento. E salvá-la das pegadinhas que a vida nos prega. Mas ela vai escorregando pelos meus dedos.


E com a mochila não mão ela se despede de mim, com um lindo sorriso em seus lábios.

4 comentários:

Luma Rosa disse...

Leonardo, que delícia chegar aqui e encontrar uma atualização!!

Os antigos já dizem que criamos os filhos para o mundo e até existe o nome para uma síndrome que afetam os pais quando os filhos saem de casa, a Síndrome do ninho vazio.

A minha maior preocupação bate de frente com a violência e a falta de respeito ao ser humano, que hoje existe. Mas fazer o quê?

A Isabella está crescendo e ela não escapará de você, pois assim não irá querer, verá!

Beijus,

Alfarrobino disse...

Olá,
Gostei bastante do seu blog.
Visite o meu blog em [url]http://publicitymoney.blogspot.com[/url]

Gostaria de lhe propor que coloca-se um anuncio do meu blog enquanto que eu fazia também um anuncio do seu blog..

Cumprimentos,

Rock paulera + Tunguska + Tesla = !!!! disse...

Não é vc que está perdendo-a...
é ela que está ganhando todo um mundo que era seu...
você deu a ela desde que a concebeu.

disse...

Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^